De Percile Fazzini - Il Cavallo Rampante: a história de um dos símbolos do Circolo Italiano

14/11/2018

 

 

 

 

Desde 1911, a história do Circolo Italiano conta também a história de São Paulo e da Itália.

 

Acompanhamos reis, rainhas, duas grandes guerras, revoluções em São Paulo, o crescimento vertiginoso da cidade, novos planos diretores até chegarmos à construção de um dos cartões postais da cidade. 

 

Deste sodalício fizeram parte industriais, advogados, arquitetos, combatentes, autonomistas e principalmente, homens de cultura com uma paixão em comum, a Itália.

 

A caminho dos 110 anos de sua fundação, o Circolo dá seus primeiros passos para a recuperação de seu patrimônio histórico material, que conta com imagens, documentos, obras de arte e sua sede, e imaterial, o registro da memória e de seus saberes.

 

No dia 6 de agosto de 1968, poucos anos após a inauguração do Edifício mais alto de São Paulo, o presidente em exercício, Antonio Giorgiomarrano, anuncia ao conselho diretivo que a Itália presenteará o Circolo com uma escultura de bronze já encomendada ao escultor marchigiano Pericle Fazzini, o escultor do vento, segundo seu grande amigo, o poeta Ungaretti. 

 

Durante a execução da escultura, Fazzini recebe em seu ateliê, na icônica Via Margutta, em Roma, o diretor economo Mauro Paglia, que pôde verificar e fotografar o perfeito andamento do trabalho que chegaria no porto de Santos apenas em maio de 1971, um mês após ter deixado Genova. 

 

Simbolizando a liberdade, a coragem e a força, a escultura foi colocada no belvedere central do edifício, exatamente na esquina da Av. Ipiranga com a Av. São Luís, 72, já endereço da antiga sede do Circolo. O famoso cavalo é coberto de lendas. Já foi comparado às carrancas usadas na proa de embarcações do Rio São Francisco para afastar o perigo. Dizem que, quem o toca, terá sorte grande.

 

 Pericle Fazzini (4 de maio de 1913, Grottammare - 4 de dezembro de 1987, Roma), está entre os maiores expoentes da escultura internacional. Suas obras estão presentes nos mais importantes museus do mundo, incluindo o museu de Hakone, no Japão, a Coleção Peggy Guggenheim, em Veneza, a Tate Gallery, em Londres, a Galeria Nacional de Arte Moderna, em Roma, o Instituto de Arte de Chicago. Ele é, também, autor da grande escultura “Ressurrezione”, para a sala Paulo VI, na cidade do Vaticano.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Curso de Gastronomia Prática 100% On-Line: Cozinha Toscana

29.07.2020

1/4
Please reload

Posts Recentes